Livro em sete dias

Published on junho 14th, 2018 | by Marcela

0

‘Perdida’, de Carina Rissi

Já estamos em ritmo de torcer pelo hexa do Brasil na Copa do Mundo e, por isso, o #TBT desta quinta-feira é sobre “Perdida – Um Amor Que Ultrapassa As Barreiras do Tempo” (Verus Editora), um romance brasileiro. Tentei evitar os trocadilhos, mas impossível deixar de dizer que a autora Carina Rissi é uma super craque! Inicialmente, este romance foi publicado de forma independente, mas hoje já vendeu mais de 400 mil exemplares, inclusive em outros países, como Portugal, Rússia, Ucrânia e Itália.

Eu li o livro em fevereiro, em pleno carnaval, e adorei!

Prévia da história: Sofia vive em uma metrópole e está acostumada com a modernidade e as facilidades que ela traz. Ela é independente e tem pavor à mera menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são aqueles que os livros proporcionam. Após comprar um celular novo, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século dezenove, sem ter ideia de como voltar para casa – ou se isso sequer é possível. Enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de retornar ao tempo presente, ela é acolhida pela família Clarke. Com a ajuda do prestativo – e lindo – Ian Clarke, Sofia embarca numa busca frenética e acaba encontrando pistas que talvez possam ajudá-la a resolver esse mistério e voltar para sua tão amada vida moderna. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos… Perdida é uma história apaixonante com um ritmo intenso, que vai fazer você devorar até a última página.

Observação sobre o autor: Acho que posso resumir tudo com “Como assim eu demorei tanto a ler o primeiro livro da Carina Rissi?”. 

Julgamos o livro pelo título e pela capa: Achei a capa bonitinha, mas me deu a primeira impressão de que seria uma história bem mais teen.

Protagonista: Sofia já me ganhou pelo nome (um dos mais lindos do mundo, na minha opinião), mas me conquistou ainda mais pela personalidade. Mocinha real, com qualidades e defeitos, apaixonada por leitura e cheia de senso de humor, arrasando com suas gírias em 1830.

Coadjuvantes: Gostei de todos os personagens secundários, mas prefiro destacar apenas dois. Ian Clarke é meu mais novo crush. Achei o lindinho totalmente apaixonante, e estou encantada até agora. Já Nina merece atenção por ser aquela melhor amiga maravilhosa, né? E só quem tem melhores amigas que viraram irmãs sabe como elas são importantes para o equilíbrio da nossa vida. Nem sempre romances mostram a importância desse amor, desse vínculo entre parceiras de vida, mas “Perdida” retratou muito bem (mesmo que na maior parte do tempo, à distância).

Trama: O livro me surpreendeu muito e me prendeu bastante, com toda sua fofura e personagens cativantes. Tanto que li em apenas duas noites, em pleno sábado e domingo de carnaval. Mesmo exausta após os bloquinhos, não consegui desgrudar do exemplar até acabar a leitura. Um conto de fadas divertido e emocionante.

Ponto forte: Saber mesclar romance e humor de forma maravilhosa.

Um livro para ler: para se apaixonar e ficar louca para comprar todos os outros da autora.

Tags: , , , , ,


About the Author



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑

Gostou do nosso conteúdo? Nos acompanhe nas redes sociais!

  • Facebook
  • Instagram
  • SOCIALICON