Diversos

Published on agosto 24th, 2018 | by Ana

0

‘Encontrada’, de Carina Rissi

Mais um livro da Carina Rissi por aqui e podemos dizer que seu sucesso não é a toa. Carina é uma máquina de romances para suspirar.

Sinopse: A continuação do sucesso Perdida. Sofia está de volta ao século dezenove e mais que animada para começar a viver o seu final feliz ao lado de Ian Clarke. No entanto, em meio à loucura dos preparativos para o casamento, ela percebe que se tornar a sra. Clarke não vai ser tão simples quanto imaginava. As confusões encontram a garota antes mesmo de ela chegar ao altar — e uma tia intrometida que quer atrapalhar o relacionamento é apenas uma delas. Além disso, coisas estranhas estão acontecendo na vila. Ian parece estar enfrentando alguns problemas que prefere não dividir com a noiva. Decidida, Sofia fará o que estiver ao seu alcance para ajudar o homem que ama. Ela não está disposta a permitir que nada nem ninguém atrapalhe seu futuro. Porém suas ações podem pôr tudo a perder, e Sofia descobre que a única pessoa capaz de destruir seu felizes para sempre é ela própria.

Julgamos o livro pelo título e pela capa

Ana: Vomitei arco-íris com o título, gosto da fonte de sempre utilizada nos títulos da série, mas a foto passa batida para mim.

Marcela: Capa fofinha, assim como a primeira. Peguei emprestado porque (li no Carnaval e) seria difícil achar uma livraria aberta em plena segunda, com meu plantão no meio (valeu, Ana), mas já quero comprar para ter a coleção toda combinando na minha estante. 

Observação sobre o autora:

Ana: É uma romancista incrível e, como já entrevistei, vou acrescentar: super simpática. Sempre legal conversar com um ídolo e não se decepcionar. Obrigada, Carina.

Marcela: O romance “Perdida” (primeiro livro que eu li da Carina Rissi) me deixou com vontade de conhecer muito mais o trabalho dela, e nada melhor para isso do que a sequência do primeiro romance. 

Protagonista

Ana: Parece que a Sofia é minha amiga e eu fico torcendo pela felicidade dela e de toda a sua família recém-construída. Acho que as dificuldades de adaptação ao novo tempo são naturais, mas a sua resistência neste livro é ainda mais justa e por vezes louvável. Seu Ian que se habitue (rs). Quando é importante, porém, ela sabe ser generosa e abrir mão.

Marcela: Sofia continua aprontando e com seu jeitinho, mas não é que amadureceu um pouco? Li por aí que muita gente achou, no primeiro romance, o excesso de gírias e o comportamento moderno (atual) um pouco inadequado para quem estudou minimamente história e leu livros da Jane Austen. Eu defendo Sofia, porque uma coisa é a teoria, outra a prática. Mesmo assim, nesta sequência acho que ela encontrou um equilíbrio melhor entre não perder sua essência, sua personalidade e ser melhor compreendida pelas demais pessoas.

Coadjuvantes

Ana: É engraçado como mesmo com tantas limitações, de um jeito diferente a Nina consegue estar presente nesta história. Amo como a Carina constrói a amizade das duas e não poderia deixar de citar isso então. Mas vemos ainda neste livro outros coadjuvantes conhecidos – Ian, Elisa, Valentina – se desenvolvendo mais, exercendo outros papéis e começando a viver suas próprias histórias, que ganham livros próprios depois.

Marcela: O mais importante é que Ian continua apaixonante (ufa). Não queria perder aquela primeira impressão, porque é sempre um risco um personagem querido acabar “se perdendo” em uma sequência. Galã fofo, charmoso e carismático como no primeiro volume. Fico feliz pela coerência. Os personagens secundários ganharam mais importância e só achei a vilã um pouco exagerada. Afinal, acho que as pessoas no século 19 seriam mais sutis em suas ofensas.

Trama

Ana: Confesso que interrompi minha leitura na primeira tentativa. Pareceu arrastado o início, um prolongamento do final de “Perdida”. Mas ao tentar de novo e ir além, descobri uma trama de suspense surpreendente e divertida. O ponto fraco, para mim, é a tia repetitiva do Ian. O ponto forte… falo daqui a pouco.

Marcela: Eu comecei a ler meio desconfiada, porque o primeiro volume é tão redondinho e com um final tão satisfatório, que não tinha certeza de que uma sequência era necessária. Apesar de não ser essencial, eu adorei o desenrolar do felizes para sempre. Afinal, todo relacionamento, ainda que com o perfeito Ian Clark, teria que ter alguns tropeços e trapalhadas dos dois lados. Mais uma vez, não consegui desgrudar do exemplar até terminar a leitura. Gostei muito dos novos personagens e obviamente alguns arcos eram bem previsíveis, mas a autora conseguiu me surpreender com um mistério bem amarradinho e um final dos mais lindinhos.

Ponto forte

Ana: Uma revelação no fim do livro, que liga passado e futuro de Sofia. Achei uma história incrível e fiquei feliz por todos os envolvidos.

Marcela: Continuar a história depois do felizes para sempre não é uma missão fácil, mas a Carina Rissi alcançou o objetivo de uma maneira exemplar.

Um livro para

Ana: furar seu bolso. Pois mergulhando na série, você vai querer ter todos os livros (e já são cinco). haha

Marcela: e ficar convencida de que o segundo livro pode ser tão bom quanto o primeiro.

Tags: , , , , , , ,


About the Author



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑

Gostou do nosso conteúdo? Nos acompanhe nas redes sociais!

  • Facebook
  • Instagram
  • SOCIALICON